domingo, 7 de agosto de 2016

Gigante mundial do nylon quer consolidar e ampliar negócios no Brasil

Indústria chinesa será destaque na 15ª Febratex,
a maior feira para indústria têxtil das Américas
                           
Um mercado consumidor de 60 mil tonelada/ano de fios de nylon (poliamida), tendo os estados de São Paulo e Santa Catarina como os maiores centros produtores de tecidos e malhas que utilizam essa matéria prima. A chinesa Huading Nylon, representada no Brasil pela CTM Fios – Inovação e Solução Têxtil, com escritório em Blumenau – um dos principais pólos têxteis do país, aposta nesse mercado. As duas empresas marcarão presença na 15ª edição da Febratex – a maior feira para a indústria têxtil das Américas, entre os dias 9 e 12 de agosto, no Parque Vila Germânica, em Blumenau.

O Brasil é estratégico e apontado pela indústria chinesa como um dos maiores mercados consumidores de fios do planeta. Destaca-se ainda por contar com um dos mais avançados parques fabris do mundo para aplicação da poliamida tipo 6, com quatro tipos e características distintas na cartela de produtos, oferecida pela Huading Nylon.

As principais aplicações dos fios dos fios em nylon ocorrem nas linhas de vestuário para moda praia, piscina, fitnes, lingerie, meias, esportes de alto rendimento e fitas elásticas.

Os produtos fabricados com o fio tipo DTY texturizado possuem características de suavidade, maciez e conforto, próprios para roupas de uso junto ao corpo. No tipo liso (FDY), as malhas e tecidos ganham um toque gelado, caimento suave. É ideal para roupas intimas finas, moda praia, linha noite, tecido plano técnico e fitas.

A poliamida 6 Huading é a fibra mais indicada para roupas de uso contínuo e junto ao corpo, adicionando funcionalidades tecnológicas como proteção UV (raios ultra violeta) e Cool Dry, com alta absorção do suor com rápida secagem.

Além de beleza visual como opacidade, brilho perolizado, mesclas e aspecto natural, permite aos estilistas explorar sua imaginação e a criação com diferentes aplicações do vestuário feminino, masculino e infantil.

Sustentabilidade

Ações de sustentabilidade são preocupações constantes na Huading Nylon, seguindo a mensagem deixada na cerimônia de abertura das Olimpíadas do Rio, na última sexta-feira. Suas três modernas plantas industriais obedecem aos critérios internacionais de consumo de energia, água e sustentabilidade ambiental.
A empresa segue as rígidas normas de sua política de preservação ambiental, certificada com ISO 14001, além de sistemas de gestão de qualidade ISO 9001, Oeko-Tex Standard 100 e de testes e medição padronizada "AAA".

A Huading Nylon

Fundada em 2002, a Yiwu Huading Nylon Co. Ltd. é uma empresa de alta tecnologia, especializada em pesquisa e desenvolvimento dedicada na fabricação de poliamida 6 de alta qualidade.

A Huading Nylon está localizada em Yiwu, Zhejiang (China), uma cidade referência em produção de commodities.  Instalada em mais de 300.000 metros quadrados de área construída.

Em 2012 a Huading assumiu o controle da Hangzhou Hangding Nylon Technology Co. Ltd., integrando a matéria-prima (chips) permitindo a expansão da produção dos filamentos de nylon. Com essa aquisição, passou dominar toda cadeia produtiva no desenvolvimento dos fios.

É uma das maiores e mais moderna fabricantes de filamentos de nylon 6 do mundo, com capacidade instalada de  250.000 toneladas por ano. Sua base tecnológica, de equipamentos e desenvolvimento, é de origem alemã e japonesa.

Produz quatro categorias de filamentos de nylon 6 e exporta a matéria prima para a América do Sul, Europa, Estados unidos, Sudeste Asiático e Oriente Médio.

A Huading Nylon está em sintonia com o mundo da moda, focada em aprimoramento e desenvolvimento de novos produtos, buscando a inovação científica e tecnológica, em parceria com as mais renomadas universidades da China. Já recebeu mais de 60 prêmios neste segmento.

Os produtos são fabricados seguindo, rigoroso controle de qualidade e sistema de testes. Isso garante ao fio da Huading Nylon um alta performance no tecer, com estabilidade e uniformidade no tingimento.

A CTM Fios – Inovação e Solução Têxtil

Com sede em Blumenau, a CTM Fios – Inovação e Solução Têxtil é uma especialista em fios. Criada em 2009, tem como grande diferencial seu conhecimento em engenharia têxtil, desenvolvendo produtos sob medida para atender a demanda de cada cliente.

Além de representar a empresa chinesa no Brasil, com fios de nylon (poliamida), comercializa poliéster, viscose, algodão, linho, modal, acrílico e outros tantos, oriundos da Áustria, China, Índia, Indonésia, Itália, Tailândia, Taiwan, Turquia e Vietnã.

Na Febratex, a CTM Fios apresentará ainda uma linha de fios de poliamida tinto em massa. Uma tecnologia que elimina o uso de corantes líquidos e reduz o consumo de água e produtos químicos. Outra grande contribuição para preservação do meio ambiente.

A CTM coloca aproximadamente 20 mil toneladas de fios/ano no mercado latino americano. O Brasil é o principal comprador. A poliamida 6 (nylon)¸ foco da representada chinesa Huading durante a Febratex, tem um volume de negócios que corresponde de 20 a 25% do seu mercado.

À frente dos negócios, o empresário blumenauense Carlos Modolo, técnico têxtil e administrador com especializações em engenharia de produção e marketing, numa carreira iniciada em 1984.

Nossos Canais de Comunicação:

Giovani Vitória | Jornalista/Rotariano | Informe Comunicação | Assessor de Imprensa da CTM Fios – Inovação e Solução Têxtil

domingo, 19 de julho de 2015

Muito equilíbrio na final do Rally Transcatarina

Dupla de Blumenau perdeu o título nos critérios de desempate

A dupla campeã.
Foto de Kako Waldrich
(Divulgação TranspoTech)
A dupla paranaense Rone Branco e Enedir Silva Júnior levou a melhor no último dia do 7º Rally Transcatarina, conquistando o título geral da categoria master, a principal da competição. Após a realização das etapas deste sábado, eles superam a Flávio Kath e Rafain Walendowski. A dupla de Blumenau ficou com a segunda colocação geral, após liderar dois primeiros dias. As duas duplas chegaram com apenas quatro pontos de diferença para fase final e empataram em 175 pontos na soma geral. A definição foi pelos critérios de desempate.

O encerramento do Transcatarina ocorreu com a prova final na Arena Jaraguá, na tarde do último sábado, após 830 quilômetros percorridos, iniciados em Fraiburgo, na quarta-feira passada.

Os vice-campeões
Foto de Kako Waldrich
(Divulgação TranspoTech)
Rone Branco e Enedir Silva Júnior quase não acreditavam mais na possibilidade de vitória. Na etapa de sábado tiveram um problema nos pneus do veículo. “Alcançar esse título é uma sensação muito especial", disse Rone. Os blumenauenses também enfrentam alguns problemas técnicos. Na sexta, penúltimo dia de provas, eles completaram o trecho com apenas algumas marchas, segundo revelou o navegador Rafain Walendowski.








A etapa final

Helicóptero de apoio
Foto de Kako Waldrich
(Divulgação TranspoTech)
Após três dias de muita chuva e céu nublado e chuva, o sol apareceu no sábado, na região Norte de Santa Catarina, quando os off-roaders passaram por Corupá antes da chegada em Jaraguá do Sul. A etapa derradeira teve 180 quilômetros, com 110 quilômetros navegados, concluídos em sete horas.

Pela manhã, a prova passou por plantações de eucalipto, em meio a estradões que apresentaram um pouco de cascalho, terreno liso e travessias de rios. No período da tarde, o rali adentrou propriedades particulares de cultivo de bananas.



Em uma pista montada no Seminário de Corupá, o chão molhado fez com que os veículos patinassem, exigindo braço dos pilotos. Por fim, um circuito de terra de 2 quilômetros no Ginásio Arena Jaraguá, em Jaraguá do Sul, deu o toque final do Rally Transcatarina com terreno firme, que levantou poeira.

Ao longo de quatro dias, as mais de 180 duplas inscritas percorreram 830 quilômetros, entre trechos cronometrados e deslocamentos, passando por Fraiburgo, Timbó Grande, Canoinhas, Major Vieira e Rio Negrinho. Depois, partiram rumo a Corupá para a grande chegada em Jaraguá do Sul.

TranspoTech

Pela primeira vez, a TranpoTech Soluções em Equipamentos de Movimentação de Blumenau patrocinou a Transcatarina. A parceria pode se estender para o próximo ano. Ricardo Oribka, diretor da empresa e também off-roader, participou da competição como apoio da categoria “Adventure 3”. Ao chegar, não escondeu a satisfação com os resultados alcançados e a exposição da marca num evento de tamanha repercussão.

Edson João da Costa, diretor da empresa SC Racing – também de Blumenau, destacou que a presença da TranspoTech foi fundamental para a organização do evento. “Ela veio para agregar. Só temos a agradecer esse suporte”, antecipando que dentro de duas semanas inicia o planejamento da edição do próximo ano e o processo de inscrições dos participantes.

A TranspoTech Soluções em Equipamentos de Movimentação é uma empresa blumenauense, com operações nos três estados da Região Sul. Oferece ao mercado soluções para a movimentação da produção dentro de uma empresa, de maneira ágil, rápida e segura. As soluções vão da venda de máquinas novas (escavadeiras e empilhadeiras), locação até a manutenção dos equipamentos.

Classificação Geral do 7º Rally Transcatarina na Categoria Master

1° Rone Branco e Enedir Silva Júnior (Curitiba), 175 pontos
Flávio Kath e
Rafain Walendowski
2° Flávio Kath e Rafain Walendowski (Blumenau), 175 pontos
3° Acyr Hideki e Renan Medeiros, 155 pontos
4° Oscar Schmidt e Gustavo Schmidt, 155 pontos
5° Elvis Bonatti e Carlos Brandenburgo, 147 pontos

Giovani Vitória | Assessor de Imprensa da TranspoTech Soluções em Equipamentos de Movimentação | Jornalista/Rotariano | Informe Comunicação

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Blumenauenses assumem a Liderança do 7º Rally Transcatarina

TranspoTech de Blumenau é patrocinadora master

Fotos: Gustavo Epifanio/DFOTOS
Com os 74 pontos do primeiro dia, somados aos 70 desta sexta-feira, a dupla blumenauense Flávio Roberto Kath e Rafain Walendowsky assumiu a liderança geral da categoria master do 7º Rally Transcatarina. Foram percorridos 300 quilômetros nesta sexta, durante a segunda etapa, com 140 quilômetros de trecho cronometrado e nove postos de observação, entre os municípios de Canoinhas e Rio Negrinho, passando por Major Vieira.

Na classificação geral, a dupla blumenauense tem quatro pontos a mais que o piloto e navegador Rone Branco e Enedir Silva Junior, o Bolacha, de Curitiba (144 a 140). Neste sábado, último dia de rally, os competidores deixam Rio Negrinho em direção a Corupá, com chegada na Arena de Jaraguá do Sul no início da tarde.

O 7º Rally Transcatarina é de regularidade e iniciou na última quarta-feira, na cidade de Fraiburgo, no meio-oeste de Santa Catarina, com o prólogo que definiu a ordem de largada para a primeira etapa. A dupla de Blumenau não figurou entre os cinco primeiros, mas foi bem nas duas etapas que valiam pontos.

A empresa blumenauense TranspoTech Soluções em Equipamentos de Movimentação é a patrocinadora master do evento. A parceria pode resultar na vinda de uma das etapas do rally para Blumenau no próximo ano. O 7º Rally Transcatarina é organizado pela SC Racing, também blumenauense. Um helicóptero de apoio, plotado com a marca da empresa de Blumenau, está garantindo segurança e captura de imagens da competição.

Resultados de sexta-feira (Segunda etapa)

Categoria Master

1º Flávio Kath e Rafain Walendowski (Blumenau), 70 pontos
Acyr Hideki e Renan Medeiros, 65 pontos
Rone Branco e Enedir Junior, 65 pontos
Elvir Bonatti e Carlos Brandenburg, 64 pontos
Paulo de Goes e Hjonatan Ardigo, 63 pontos

Giovani Vitória | Assessor de Imprensa da TranspoTech Soluções em Equipamentos de Movimentação | Jornalista/Rotariano | Informe Comunicação

Dupla de blumenauense é vice-líder do 7º Rally Transcatarina

Evento conta com o patrocínio da TranspoTech de Blumenau


A dupla blumenauense Flávio Roberto Kath e Rafain Walendowsky é a vice-líder da categoria máster o 7º Rally Transcarina, após a conclusão da primeira etapa, realizada na última quinta-feira, quando os mais de 180 participantes percorreram 120 quilômetros cronometrados. A competição encerra na tarde deste sábado, com a chega na Arena Jaraguá.

A empresa blumenauense TranspoTech Soluções em Equipamentos de Movimentação é a patrocinadora master do evento. A parceria pode resultar na vinda de uma das etapas do rally para Blumenau no próximo ano. O 7º Rally Transcatarina é organizado pela SC Racing, também blumenauense. Um helicóptero de apoio, plotado com a marca da empresa de Blumenau, está garantindo segurança e captura de imagens da competição.

O 7º Rally Transcatarina é um rali de regularidade e iniciou na quarta-feira, na cidade de Fraiburgo, no meio-oeste de Santa Catarina, com o prólogo que definiu a ordem de largada para a primeira etapa. A dupla de Blumenau não figurou entre os cinco primeiros, mas foi bem na etapa que valia pontos.

Na quinta, as mais de 180 duplas partiram de Fraiburgo rumo a Canoinhas, com neutro de almoço em Timbó Grande. Foram cerca de 120 quilômetros cronometrados, com várias pegadinhas para os participantes que representam dez estados brasileiros. A competição off-road é válida pela Copa do Brasil de Regularidade.

Programação desta sexta

A competição está tendo sequência nesta sexta, partindo de Canoinhas rumo a Rio Negrinho, passando por Major Vieira. Serão cerca de 300 quilômetros percorridos, com 140 quilômetros de trecho cronometrado.

O segundo dia de provas será bem mais tranquilo, na análise dos organizadores. Isso porque haverá fazendas planas e com piso de cascalho. “As médias de velocidade estarão justas e esperar que todos os participantes aproveitem ao máximo", disse o diretor de prova do rali, Wagner Souza.

Resultados de quinta-feira (Primeira etapa)

Categoria Master

1º Rone Branco e Enedir Silva Júnior, 75 pontos
2º Flávio Roberto Kath e Rafain Walendowsky (Blumenau), 74 pontos
3º Oscar Schmidt e Gustavo Schmidt, 66 pontos
4º Elvis Bonatti e Carlos Brandenburg, 61 pontos

Giovani Vitória | Assessor de Imprensa da TranspoTech Soluções em Equipamentos de Movimentação | Jornalista/Rotariano | Informe Comunicação

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Começou disputa pelo título do 7º Rally Transcatarina

Evento conta com o patrocínio da TranspoTech de Blumenau


E foi dada a largada do 7º Rally Transcatarina - rali de regularidade, na tarde desta quarta-feira, em Fraiburgo, no meio-oeste de Santa Catarina. Nesta quinta, as mais de 180 duplas Fraiburgo rumo a Canoinhas, com neutro de almoço em Timbó Grande. Serão cerca de 120 quilômetros cronometrados com várias pegadinhas para os participantes que representam dez estados brasileiros. A competição off-road é válida pela Copa do Brasil de Regularidade.






A empresa blumenauense TranspoTech Soluções em Equipamentos de Movimentação é a patrocinadora master do evento. A parceria pode resultar na vinda dele para Blumenau no próximo ano. O 7º Rally Transcatarina é organizado pela SC Racing, também blumenauense.

A TranspoTech

A TranspoTech Soluções em Equipamentos de Movimentação é uma empresa blumenauense, com operações nos três estados da Região Sul. Oferece ao mercado soluções para a movimentação da produção dentro de uma empresa, de maneira ágil, rápida e segura. As soluções vão da venda de máquinas novas (escavadeiras e empilhadeiras), locação até a manutenção dos equipamentos.

A empresa foi fundada em 2001 e detém números expressivos no setor. Sua parceria com a Still em Santa Catarina começou no ano de 2010, quando a marca alemã tinha apenas 9% do market share de vendas. Desde então vem crescendo junto com a marca.

As empilhadeiras elétricas – carro chefe dos negócios e tendência no mercado brasileiro – alcançam 60% de market share em Santa Catarina. No mesmo segmento, a TranspoTech lidera no Paraná, onde detém 30% do mercado.

Atualmente conta com 200 colaboradores diretos e uma frota de mais de 100 veículos oficina para atender uma demanda de aproximadamente 700 máquinas locadas, além de quatro oficinas e atuação em três estados.

O primeiro dia de competição

O sinal verde será dado na última quarta-feira (15/07), com o prólogo que definiu a ordem de largada da primeira etapa do rali. Controlar o carro em um chão com lama e bastante liso foi uma tarefa bem difícil. Principalmente quando é preciso obedecer às médias de velocidade impostas por uma competição. Com chuva então. Nem se fala. Mas o que pode ser complicado para alguns, para outros é a mais pura diversão. Foi dessa forma que se deu início a mais um Rally Transcatarina.

Na tarde de ontem (quarta-feira), foram percorridos os primeiros 10 quilômetros dos 830 quilômetros que estão por vir, entre Fraiburgo e Jaraguá do Sul. A competição terá etapas nas cidades de Timbó Grande, Canoinhas, Major Vieira, Rio Negrinho e Corupá. As categorias existentes são Máster, Graduado, Turismo, Jeep, Passeio e Adventure.

O prólogo percorreu estradas de terra de um pomar de maçã. Nada mais proposital, uma vez que Fraiburgo é conhecida como a Terra da Maçã.

Por conta da chuva ininterrupta desde ontem, 14, o terreno estava bastante liso, exigindo muita habilidade e concentração dos competidores, fazendo com que a pilotagem e a navegação fossem ainda mais precisas. Manter o veículo dentro do curso do caminho foi complicado.

E quem abriu o trecho cronometrado na Master foram Marcos Bezerra e Ronaldo dos Santos, que já mostraram que não tem piso liso que os segurem. Pela Graduados, Dorivaldo Muller e Bianca Ruckl cravaram a melhor pontuação no prólogo.

Reginaldo da Silva e Maurício Gonçalves conquistaram a primeira colocação na ordem de largada da categoria Turismo. E pela Jeep, Kassiano Kerber e Francisco Sette foram os primeiros


Nesta quita, segundo dia de competição, a caravana do Rally Transcatarina partiu de Fraiburgo rumo a Canoinhas, com neutro de almoço em Timbó Grande. Serão cerca de 120 quilômetros cronometrados com várias pegadinhas, lama, médias de velocidade justas e adrenalina de sobra para os participantes que representam dez estados do Brasil: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás.

Giovani Vitória | Assessor de Imprensa da TranspoTech Soluções em Equipamentos de Movimentação | Jornalista/Rotariano | Informe Comunicação

terça-feira, 14 de julho de 2015

Começa amanhã a disputa pelo título do 7º Rally Transcatarina

Evento tem patrocínio da TranspoTech de Blumenau e pode resultar na vinda do evento para cidade no próximo ano


Está tudo pronto para a largada do 7º Rally Transcatarina - rali de regularidade, na tarde desta quarta-feira, em Fraiburgo, no meio-oeste de Santa Catarina. A competição off-road é válida pela Copa do Brasil de Regularidade e reunirá mais de mais de 300 pilotos e navegadores. A empresa blumenauense TranspoTech Soluções em Equipamentos de Movimentação é a patrocinadora master do evento. A parceria pode resultar na vinda dele para Blumenau no próximo ano.

O 7º Rally Transcatarina é organizado pela SC Racing, também blumenauense. O diretor geral da empresa, Edson João da Costa, não quis antecipar detalhes sobre a possibilidade da prova ter uma etapa ou encerramento em Blumenau, mas não escondeu o desejo que ver a competição que organiza passando pela cidade onde operam as duas empresas.


A TranspoTech

A TranspoTech Soluções em Equipamentos de Movimentação é uma empresa blumenauense, com operações nos três estados da Região Sul. Oferece ao mercado soluções para a movimentação da produção dentro de uma empresa, de maneira ágil, rápida e segura. As soluções vão da venda de máquinas novas (escavadeiras e empilhadeiras), locação até a manutenção dos equipamentos.

A empresa foi fundada em 2001 e detém números expressivos no setor. Sua parceria com a Still em Santa Catarina começou no ano de 2010, quando a marca alemã tinha apenas 9% do market share de vendas. Desde então vem crescendo junto com a marca.

As empilhadeiras elétricas – carro chefe dos negócios e tendência no mercado brasileiro – alcançam 60% de market share em Santa Catarina. No mesmo segmento, a TranspoTech lidera no Paraná, onde detém 30% do mercado.

Atualmente conta com 200 colaboradores diretos e uma frota de mais de 100 veículos oficina para atender uma demanda de aproximadamente 700 máquinas locadas, além de quatro oficinas e atuação em três estados.

A competição

O sinal verde será dado nesta quarta-feira (15/07), às 15h, para o prólogo que definirá a ordem de largada da primeira etapa do rali. O percurso começa em Fraiburgo, numa pista off-road montada atrás do campus da UNIARP - Universidade Alto Vale do Rio do Peixe. De lá segue para um pomar particular de maçã. Serão percorridos 10 quilômetros idos nesta quarta-feira.

Depois de Fraiburgo, a competição rumará para Timbó Grande, Canoinhas, Major Vieira, Rio Negrinho e Corupá. Os 830 quilômetros de prova serão concluídos até a tarde de sábado, quando os off-roaders ultrapassarem o pórtico de chegada montado no Ginásio Arena Jaraguá, no município de Jaraguá do Sul.

O trajeto

O trajeto apresentará alguns trechos inéditos, porém, a receita adotada pela SC Racing para atingir o sucesso de mais uma edição do Rally Transcatarina, não mudará. Para garantir a segurança dos participantes e evitar acidentes, a maior parte da prova passará por propriedades particulares, variando entre aquelas destinadas ao cultivo de maçã, eucalipto e pinus.

Também haverá estradas de terra vicinais e trilhas, e um pouco mais de emoção com a transposição de alguns rios, entre eles São Pedro e Patos. Os quilômetros finais serão percorridos em Jaraguá do Sul, em uma pista indoor de 2 quilômetros, nas dependências do Ginásio Arena Jaraguá. Oportunidade para o público sentir de perto as emoções de um rali fora de estrada.

A médias de velocidades justas, pegadinhas e referências próximas exigirão habilidades dos off-roaders. Em caso de chuva (como ocorre todos os anos), o nível de dificuldade de todas as etapas será ainda maior.

Giovani Vitória | Assessor de Imprensa da TranspoTech Soluções em Equipamentos de Movimentação | Jornalista/Rotariano | Informe Comunicação

terça-feira, 5 de maio de 2015

Hotel 10 Blumenau reúne lideranças da região

NOSSOS ENDEREÇOS NA REDE:
FACEBOOK: facebook.com/hotel10

TWITTER: @hotel10

Convidados puderam conhecer a estrutura da unidade

O Hotel 10 Blumenau reuniu na manhã desta terça-feira (05/05), lideranças empresariais e políticas, além de profissionais da comunicação de Blumenau e região, num café da manhã que marcou o início das operações na cidade. Ao entregar sua nona unidade, na cidade de Blumenau, o Hotel 10 consolida seu potencial no mercado, apresentando-se com uma excelente opção de hospedagem, tendo como premissas oferecer conforto e economia aos seus clientes.

Dentre as lideranças presentes, destaque para o prefeito Napoleão Bernardes; Mario Hildebrandt, presidente da Câmara de Vereadores; Cássio de Quadros, secretário de Desenvolvimento Regional de Blumenau; Carlos Tavares D'Amaral, presidente da Associação Empresarial de Blumenau (Acib); Richard Steinhausen, presidente do Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Blumenau; Valmir Zanetti, presidente do Blumenau Convention & Visitors Bureau e Ricardo Stodieck, secretário municipal de turismo.


Bruno Linzmeyer, diretor da Rede, foi o anfitrião do evento, fazendo uma apresentação de toda a estrutura montada em Blumenau.










A Rede Hotel 10

Sob o comando da Hdez Empreendimentos – empresa genuinamente catarinense, com matriz em Joinville –, a rede de Hotel 10 recebeu 198 mil hóspedes somente no ano passado, gerando 150 empregos diretos, nas cidades onde está presente, em cinco estados brasileiros: Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul e Goiás. Em breve, Tocantins será contemplada com um hotel. A previsão de faturamento para 2015 é de R$ 30 milhões.

A opção por Blumenau levou em conta o potencial da cidade e das cidades vizinhas, pertencentes ao Médio Vale do Itajaí. O Hotel 10 Blumenau vai gerar inicialmente 20 empregos diretos e outros 50 indiretos.

Desde o Feriado de 1º de Maio, o Hotel 10 Blumenau está operando, passando a oferecer 165 leitos, em 99 quartos. A obra de quatro mil metros quadrados foi construída em 15 meses, num investimento de R$ 15 milhões

Está situada às margens da BR-470, defronte ao Norte Shopping, seguindo conceito da rede, construído unidades nas proximidades de entroncamentos rodoviários, próximos das entradas e saídas das cidades, em distritos industriais, universidades, portos e aeroportos.

Sustentabilidade

A Rede de Hotel 10 aplica um conceito de responsabilidade ambiental em todos os seus empreendimentos. As unidades fazem a coleta da água da chuva para utilização nos sanitários, a coleta seletiva de lixo, incentiva a economia de detergentes, orientando os clientes nos apartamentos. Avisos são afixados em pontos específicos de cada unidade, mostrando aos hóspedes aonde são aplicadas as ações sócio-ambientais.

Cada Hotel 10 é equipado com tecnologia para aquece a água com bomba de calor e energia solar.

Os apartamentos

O Hotel 10 Blumenau conta com apartamentos adaptados para receber portadores de necessidades especiais. A estrutura e os serviços seguem o mesmo padrão da rede, sempre buscando praticidade, qualidade, conforto e tarifas econômicas.

Cada apartamento tem 22 metros quadrados de área – maior que a maioria dos Hotéis no segmento e 70% deles contam com duas camas de casal, o que traz muito conforto para famílias e grupos em viagens.

Outra característica interessante é que o café da manhã, o estacionamento e a internet de alta velocidade são cortesia no HOTEL 10.

Espaço pet

Não é apenas no espaço inovador e nos preços acessíveis que o Hotel 10 faz a diferença. O empreendimento está preparado para receber hóspedes que possuem animais de estimação: cachorros, gatos ou outro animal doméstico. Animais de menor porte podem ficar nas unidades. O hotel também conta com um canil para cachorros de grande porte.





Tarifário

Blumenau começa a operar o Hotel 10 com o seguinte tarifário: R$ 179,00 o apartamento Single; R$ 219 o Duplo e o valor de R$ 269 para três ou quatro pessoas.

As reservas podem ser feitas pelo site www.hotel10.com.br; pelo e-mail: reservasblumenau@hotel10.com.br ou pelo telefone: (47) 3702-1000

Giovani Vitória | Jornalista/Rotariano | Informe Comunicação | Assessor de Comunicação do Hotel 10 Blumenau